Cirurgia de Cataratas

O que é

A catarata é uma opacidade do cristalino (lente natural do olho), que por sua vez possui um papel importante na formação da imagem na retina. As propriedades óticas do olho dependem da potência do cristalino, que é determinado pelas suas dimensões e índice refrativo. O único tratamento possível é cirúrgico, realizado em ambulatório com anestesia local (colírios). Após a extração da catarata, e durante a cirurgia, é implantada uma lente intraocular, que permite a correção de eventuais erros refrativos (miopia, astigmatismo, hipermetropia, e “vista cansada”).
As pessoas que sofrem desta patologia têm a visão turva, o que pode dificultar a leitura, a condução ou até mesmo o reconhecimento de expressões faciais.

Causas

A principal causa é a idade, mas também podem ser as seguintes: Fatores genéticos, diabetes, traumatismo ocular (contuso ou perfurante), exposição a radiações e toma de longa duração de alguns tipos de medicação (por ex. corticoides).

Sintomas

Visão turva, diplopia (chamada também de visão dupla ou imagens fantasma), dificuldade na condução noturna, fotofobia (dificuldade em encarar a luz), alteração da graduação dos óculos, dificuldade em distinguir cores como o azul-escuro e o preto e predominância de cores mais amareladas e menos vibrantes.

Tratamento

O tratamento é a substituição cirúrgica do cristalino por uma lente intraocular. Devido à grande evolução tecnológica na área da cirurgia oftálmica, nos dias de hoje a taxa de sucesso é muito elevada atendendo ao uso de técnicas de microincisão, ao microscópio, facoemulsificação assistida por ultrassons/laser, sem necessidade de recorrer a pontos cirúrgicos.

Técnica utilizada

Laser de Femtosegundo é a técnica mais avançada e a revolução na cirurgia de tratamento de cataratas.
É a forma mais segura, menos invasiva e mais precisa de realizar com sucesso a intervenção cirúrgica para a cura das cataratas.

  • Mais segura porque cerca de metade da cirurgia deixa de ser realizada manualmente e passa a ser realizada automaticamente por um Laser de alta precisão. 
  • Menos invasiva pela redução do tempo de ultrassons na fragmentação da catarata. 
  • Mais precisa nos passos mais delicados da cirurgia. Funciona quase como um bisturi elétrico guiado pelo médico para realizar as incisões na córnea, a abertura da cápsula anterior e a fragmentação do cristalino; assim como na posição da lente intraocular, especialmente na correção da “vista cansada para perto” (presbiopia) e do astigmatismo.

Aproveitar e deixar de usar óculos?

Actualmente podemos tornar uma pessoa independente do uso de óculos para longe e para perto através do implante de uma lente multifocal ou acomodativa durante a cirurgia de catarata (Consulte Cirurgia com lentes multifocais).

Vídeos e Reportagens